Publicador de Conteúdos e Mídias

null Informação ao cliente: Bloqueio do Canal de Suez

+++ O acúmulo de navios em espera foi eliminado. No entanto, como alguns navios tiveram que cancelar sua viagem ou precisaram se redirecionar, em casos extremos a carga chegará de 15 a 20 dias depois do planejado. Os armadores declararam Avaria Grossa em 1º de abril de 2021. +++ O navio EVER GIVEN ficou preso no Canal de Suez após desviar de seu curso no início de 23 de março, resultando em um congestionamento de mais de 400 outros navios na área.

 

Os proprietários dos navios declararam a Avaria Grossa em 1º de abril de 2021. Eles nomearam Richards Hogg Lindley como o Ajustador de Avaria Grossa.

O que significa avaria grossa?

Avaria grossa é um ato quando, e somente quando, qualquer sacrifício ou gasto extraordinário é intencional e razoavelmente feito ou incorrido para a segurança comum com o propósito de preservar do perigo a propriedade envolvida em um ocorrido marítima comum. Como consequência, os sacrifícios e despesas da avaria grossa deverão ser arcados pelos diferentes interesses contribuintes dos proprietários de carga e navio (não necessariamente o remetente). Os juros contribuintes dependem do valor das mercadorias embarcadas. Como tal, avaria grossa não é uma exclusão de responsabilidade, em vez de uma repartição de responsabilidade. O Ajustador Médio - Richards Hogg Lindley - analisará o valor dos bens e calculará a contribuição média.

O que você precisa fazer?

Para que a carga seja liberada, os proprietários da carga precisam fornecer uma Segurança Média Geral aos Ajustadores Gerais acima mencionados. Essa garantia geralmente é assinada pelo seu seguro de transporte. Para cargas não seguradas, um formulário deve ser preenchido e um depósito em dinheiro é exigido.


O incidente continua criando longos congestionamentos na hidrovia, impedindo a passagem dos navios e causando atrasos. Enquanto isso, pelo menos 400 navios se acumularam em ambos os lados do canal de comércio Ásia-Europa. 

O acúmulo de navios em espera foi eliminado. No entanto, como alguns navios tiveram que cancelar sua viagem ou precisaram redirecionar, em casos extremos a carga chegará entre 15-20 dias depois do planejado. Muitos navios chegarão agora aos portos de destino ao mesmo tempo, o que causará congestionamentos portuários e manterá os portos ocupados por entre quatro a seis semanas.

No seaexplorer.com, você encontrará a lista de todos os navios afetados, incluindo aqueles que navegam ao redor do Cabo da Boa Esperança. Atualizaremos o ETA realista de cada navio regularmente para que todos os nossos clientes possam se planejar de acordo.




Existem alternativas e soluções para produtos de tempo crítico. As remessas que devem ser carregadas também podem ser encaminhadas através dos serviços aéreos da Kuehne+Nagel, serviços ferroviários da China para a Europa ou com o serviço combinado Sea-Air.


 

Atualização 29/03/2021 - 10:30 pm CET


A operação de liberação do canal foi concluída em 29 de março e a navegação foi retomada em ambas as direções. Por volta das 17h00 hora local do Cairo (CLT) de hoje, a Autoridade do Canal de Suez anunciou oficialmente o sucesso da nova flutuação do EVER GIVEN.

O EVER GIVEN está agora ancorado no Great Bitter Lake e os primeiros navios deixaram o lago em direção ao sul. O primeiro foi o Yangming Wish, de 14.100 TEU, seguido do Maersk Esmeraldas, de 13.100 TEU, e do EVER GLOBE (navio irmão do EVER GIVEN), de 20.150 TEU.

 

Atualização 29/03/2021 - 09 am CET


A Autoridade do Canal de Suez anunciou hoje, segunda-feira, que o navio porta-contêiner panamenho EVER GIVEN regressou com sucesso depois que a embarcação respondeu às manobras de tensionamento e reboque, já que o curso da embarcação foi significativamente modificado em 80% e a popa se afastou 102 metros da costa.

As manobras serão retomadas quando o nível da água atingir sua altura máxima de 2 metros no período a partir das 11h30,

permitindo que o curso da embarcação seja totalmente alterado para o centro.
A Autoridade do Canal de Suez ressaltou que a navegação no canal será retomada assim que o navio estiver totalmente à tona e deverá aguardar na Região dos Lagos para a sua vistoria técnica. 

Informações atualizadas sobre navios em espera ou redirecionados estão disponíveis no seaexplorer.com.  

Assim que o navio estiver fora do canal, a próxima tarefa será eliminar o acúmulo de quase 400 navios em ambos os lados do canal o mais rápido possível. Isso pode levar mais sete dias. Normalmente, 50 navios por dia podem navegar na hidrovia.

Neste meio tempo, descobriu-se que um dos tanques de lastro do castelo de proa está danificado. Mas o motor e o leme estão prontos para operar, explicou o gerente do navio Bernhard Schulte Shipmanagement (BSM), responsável pela tecnologia e tripulação.

Devido ao bloqueio, cada vez mais companhias de navegação não têm escolha a não ser impor uma rota nova e de maior custo aos seus capitães nos últimos dias. A.P. Møller-Mærsk explicou que, entretanto, enviou 15 navios nos longos desvios ao redor do Cabo da Boa Esperança porque se presumia que isso levaria tanto tempo quanto o atraso no Canal.

 

Atualização 28/03/2021 - 09 am CET


Funcionários do Canal sinalizaram progresso no cenário. No sábado, o Ever Given já estava se movendo 17 metros para o norte e havia sinais positivos de que o navio seria reflutuado em breve e mais rebocadores estavam sendo adicionados. Ao mesmo tempo, no entanto, o presidente egípcio Abdul Fattah al-Sisi ordenou que a Autoridade do Canal de Suez elaborasse novos planos e preparasse um serviço de descarga.

 

Atualização 27/03/2021 - 04 pm CET


A dragagem estava prestes a terminar na noite passada, mas devido à maré, a operação terá que continuar mais tarde para atingir os 18 metros de profundidade e depois iniciar o refluxo por rebocadores.

O SMIT Salvage foi nomeado para resolver o incidente. Ainda não há um prazo exato em que o incidente será resolvido. No pior dos casos, os contêineres precisam ser descarregados. Os preparativos necessários estão em andamento para o caso de a dragagem falhar. No momento, não é possível prever quanto tempo o descarregamento levaria.

 

Atualização 27/03/2021 - 10 am CET


A Autoridade do Canal de Suez, anunciou na sexta-feira às 13h, que o percentual de conclusão da dragagem para retirada de areia ao redor da frente do navio porta-contêiner panamenho EVER GIVEN é de cerca de 87%, com taxas de dragagem de cerca de 17 mil metros cúbicos de areia.

Em seguida, às 22h da noite de sexta-feira, o chefe da autoridade anunciou o início das manobras de reboque do navio por 9 rebocadores gigantes.

A Autoridade do Canal de Suez explicou ainda que as manobras de reboque requerem a disponibilidade de vários fatores auxiliares, sendo o mais proeminente a direção dos ventos e das marés, tornando-se um processo técnico complexo e exigindo várias tentativas.

Os EUA ofereceram assistência ao Egito para desbloquear o Canal de Suez.


 

 

Atualização 26/03/2021 - 10 am CET


A Autoridade do Canal de Suez segue na tentativa de liberar o navio com uma das conhecidas dragas "Mashhoor", enquanto trabalham na dragagem na área do gigante navio porta-contêiner panamenho EVER GIVEN, como parte dos esforços para a retomada da navegação no canal novamente.

A dragagem visa retirar a areia da proa da embarcação com quantidades de dragagem de 15 a 20 mil metros cúbicos de areia expelida por linhas de extrusão externas para que a draga atinja a profundidade adequada para que o navio flutue, que fica entre 12 e 16 metros.

Peritos holandeses e japoneses foram convidados para resolver o caso, inclusive para apoiar os trabalhos de dragagem que serão realizados pela Dredger de Mashhour a partir da noite de quinta-feira. Vale ressaltar que os trabalhos preliminares de dragagem foram iniciados por outra draga chamada 10º do Ramadã na noite de quarta-feira, mas não foi o suficiente.

Há a possibilidade de descarregarem parcialmente os contêineres para que ajude o navio a flutuar novamente. Ainda não há um prazo específico para que o caso seja solucionado.


 

Atualização 26/03/2021 - 8 am CET


Ainda não há nenhuma alteração do cenário e o navio EVER GIVEN segue preso no Canal de Suez. Nota-se que mais de 300.000 TEU de contêineres cheios foram afetados. Os primeiros transportadores estão encaminhando seus navios ao redor da África / Cabo, o que leva de 7 a 8 dias a mais. O EVER GREET (20.000 TEU) a caminho de Rotterdam e o Hyundai Prestige (5023 TEU) a caminho de Yantian contornaram o Mar Vermelho e o Estreito de Gribraltar, respectivamente.


fonte: seaexplorer

 

Atualização 25/03/2021 - 3 pm CET


Como você já deve saber, a passagem do Canal de Suez está atualmente bloqueada para navios em ambas as direções. Um navio de contêiner operado pela Evergreen Marine foi desviado do curso por ventos fortes e uma tempestade de areia na terça-feira, 23 de março. O operador do navio Evergreen Marine Corp disse em um comunicado que o Ever Given foi dominado por fortes ventos ao entrar no canal do Mar Vermelho, mas nenhum de seus contêineres havia afundado.

A Autoridade do Canal de Suez anunciou que a navegação pelo Canal de Suez permanece temporariamente suspensa. Isso somente até que o trabalho de flutuação do grande navio porta-contêiner panamenho EVER GIVEN, que encalhou na área do km 151 (marcador do canal), seja concluído. O trabalho de flutuação inclui rebocar e empurrar a embarcação encalhada com o auxílio de 8 grandes rebocadores, sendo o maior deles o BARAKA 1 com capacidade de reboque de 160 toneladas.

A luta para desalojar o navio agora recai sobre a SMIT Salvage BV. Liberar o navio "pode levar de dias a semanas, dependendo do que formos confrontados", disse Peter Berdowski, diretor executivo da empresa controladora da SMIT, Boskalis Westminster, em uma entrevista ao programa de TV Nieuwsuur na Holanda na quarta-feira "Não posso excluir que pode durar semanas se o navio estiver realmente preso e for preciso descarregar a carga e fazer dragagem. ”
 



A Autoridade do Canal de Suez também afirmou que ontem 13 navios de Port Said passaram pelo comboio do norte. Esperava-se, então, que as embarcações continuassem a sua passagem pelo canal, conforme previsão de quando seriam concluídos os trabalhos de flotação da embarcação encalhada. No entanto, um cenário alternativo teve que ser adotado, envolvendo essas embarcações sendo fundeadas na área de espera de Bitter Lakes até que a navegação pudesse ser totalmente retomada quando as embarcações estivessem flutuando. Os navios de carga já presos atrás do Ever Given serão revertidos para o sul de volta ao Porto de Suez para liberar o canal. As autoridades esperam fazer o mesmo com o navio encalhado quando for possível liberá-lo.